Hidroterapia

 

 

Por volta do ano 330 AC. a primeira utilidadeda água era tratar doenças e a forma utilizada era através de banhos. No ImpérioRomano e inicio da Idade Media os banhos foram banidos, pois eram consideradospela igreja um ato pagão.


 A partir dos anos 1700 o medico e pesquisador Alemão da Sigmund Hahn defendeu o uso da água para amenizar dores musculares,com isso surgiu uma disciplina medica denominada hidroterapia, sendo aceita nos conselhos de medicina da Franca e Inglaterra. Nesta época os médicos estavam preocupados em diagnosticar a doença e não em buscar a cura. No entanto, o medico francês Currie passou a escrever trabalhos sobre a hidroterapia, dando embasamento cientifico a matéria, por meio do acompanhamento evolutivo do quadro clinico do paciente. Os conselhos de medicina da Inglaterra não viram a eficácia do procedimento, mas a academia abraçou a
experiência. E em 1779Currie publicou seu livro Uma Maneira Fácil de ser Curado da Maioria das doenças. 


 Já o medico e professor austríaco Winterwtle,com base nos estudos e pesquisas do colega francês, realizou um estudo adicional, baseado na filosofia cientificada da hidro e fundou a primeira escola de hidroterapia, chamada de instituto de hidroterapia.


 No Brasil as dores musculares e esqueléticas,com predomínio das doenças de coluna são as primeiras causas de pagamento de auxilio doença e a terceira de aposentadoria por invalidez (FERNANDES, 2000). As lesões caracterizadas por dores na coluna lombar têm adquirido relevante importâncias ultimas décadas, pois afeta uma parcela importante da população economicamente ativa, por isso a hidro ganhou seu reconhecimento nas formas de prevenção de doenças, principalmente na terceira idade.


 Entre tantos benefícios da hidroterapia e possível destacar-


·Alivio das dores musculares


·Fortalecimento muscular


·Melhora da circulação sanguínea


·Redução da musculatura paralisada


·Melhora do sistema respiratório


·Melhora no equilíbrio corporal e coordenação motora


·Melhora da percepção visual


·Ajuda no relaxamento físico e psíquico

 

Caixa de texto: MUSICOTERAPIA

Caixa de texto: Musicoterapia O primeiro plano de estudo foi fundado em 1944. Em Michigan (EUA), em 1950, foi fundada a Associação Nacional para terapia musical. Em 1968, na Argentina houve a primeira jornada latino-Americana .

A musica ativa o sistema vago simpático, região do cérebro responsável pelo sistema neuro central. Para a Dra. Maristela Smith %u2013 coordenadora da Clinica  de Musicoterapia

da FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas –

São Paulo.

 

Breve Histórico

Desde a Antiguidade atribui-se à música poderes curativos. Conforme explica Cordás

(2002, p. 27) “as condutas médico-filosóficas no século III recomendavam ouvir música

suave para relaxar, banir o medo e mudar os pensamentos.”

A psiquiatria francesa do século XIX, comandada por expoentes como Philippe Pinel

(1745-1826) e Jean-Etienne Dominique Esquirol (1772-1840) dava início a um tratamento

mais humano aos doentes mentais. Pinel sistematizou o emprego da terapêutica da música nos

hospitais de alienados. (ANDRADE, 1980, P.26) Esquirol, seu discípulo, dizia “ainda que a

música não cure, ela distrai e, por conseguinte, alivia.” (LEINIG, 1977, p. 16)

Entretanto, foi após a Segunda Guerra Mundial (1939–1945) que os hospitais de

veteranos, nos Estados Unidos, passaram a contratar músicos profissionais para atenuar a dor

dos pacientes. Os resultados foram tão positivos que despertaram a atenção da comunidade

científica. Instituiu-se o Comitê da Fundação Nacional de Terapêutica Musical com o objetivo

de viabilizar o estudo do uso da música nas instituições hospitalares. Paralelamente, os

músicos passaram a receber treinamento específico para atuarem em centros médicos e

instituições hospitalares.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Da foto:ze do cravo e Graciane ,Da Radio ES

 

 

 

 

 

 

 

 

:este site foi criado por rodolfo marques tel:3244-3883

rodolfomarques2011@yahoo.com.br